INDULGÊNCIA PLENÁRIA: Centenário de Fátima

Por ocasião do centenário de Fátima, iniciou-se desde o dia 27 de novembro de 2016, o Ano Jubilar das Aparições em Fátima. Neste período, os fiéis podem obter indulgências plenárias, conforme o documento publicado no site do Santuário de Fátima. 

"A fim de celebrar o centésimo aniversário das Aparições de Fátima, por mandato do Papa Francisco é concedido, com a inerente indulgência plenária, um Ano Jubilar, estabelecido do dia 27 de novembro do ano de 2016 até o dia 26 de novembro de 2017 (...)"

Condições para receber indulgências:

1. "Aos fiéis que visitarem em peregrinação o Santuário de Fátima e aí participarem devotamente em alguma celebração ou oração em honra a Virgem Maria, rezarem a oração do Pai Nosso, recitarem o símbolo da fé (Credo) e invocarem Nossa Senhora de Fátima";

2. "Aos fiéis piedosos que visitarem com devoção uma imagem de Nossa Senhora de Fátima, exposta solenemente à veneração pública em qualquer templo, oratório ou local adequado, nos dias das aparições comemorativas (dia 13 de cada mês - até outubro de 2017), e aí participarem devotamente em alguma celebração ou oração em honra da Virgem Maria, rezarem em oração do Pai Nosso, recitarem o símbolo da fé (Credo) e invocarem Nossa Senhora de Fátima";

3. "Aos fiéis que, pela idade, doença ou causa grave, estejam impedidos de se deslocarem -se, arrependidos de todos os seus pecados e tendo firme intenção de realizar as condições necessárias, frente a uma imagem de Nossa Senhora de Fátima nas datas acima estabelecidas, unidos espiritualmente às celebrações jubilares, oferecendo com confiança a Deus misericordioso através de Maria as suas preces e dores, ou os sacrifícios da sua própria vida."

Normas para receber as indulgências plenárias:

1. Confissão sacramental
2. Comunhão Eucarística - participação da Santa Missa
3. Orações nas intenções do Santo Padre.

ATENÇÃO!

Para receber as indulgências, é necessário alguns requisitos estabelecidos no Catecismo de São Pio X: 
1. o estado de graça, desapego das culpas veniais que a pena quer se pagar;
2. o cumprimento das obras que a Igreja prescreve para obter a indulgência;
3. a intenção de ganhá-las.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Referência aos textos do Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem

O presente blogue apresenta os textos do "Tratado da Verdadeira devoção à Santíssima Virgem" de autoria de São Luís Maria Grignion de Montfort (31/01/1673 - 28/04/1716). Todos os resumos e textos são baseado na tradução do texto original francês.